Consumidora será restituída de valor pago por carro com defeito - Decisão também arbitrou R$ 30 mil



O juiz José Wilson Gonçalves, da 5ª Vara Cível de Santos, condenou uma distribuidora de veículos a restituir o valor desembolsado por consumidora na compra de um carro novo. A sentença também fixou pagamento de R$ 30 mil por danos morais. A autora alegou que adquiriu automóvel no valor de R$ 85 mil. Na segunda revisão, e ainda dentro do período de garantia de fábrica, surgiram problemas que geraram dificuldades na troca de marchas e perda de potência. A empresa, por sua vez, atribuiu a sucessão de falhas à má qualidade do combustível usado e não solucionou o problema. O juiz decretou a rescisão do contrato e fixou prazo de 10 dias para restituição do veículo à ré, que deverá recebê-lo em seu endereço na cidade de Santos. Em caso de desobediência, arbitrou multa de R$ 50 mil, sem prejuízo de outras sanções. Ele também impôs a restituição da quantia desembolsada pela proprietária, além do pagamento de danos morais, no valor de R$ 30 mil. - Comunicação Social TJSP

#advocacia #consumidor #direitodoconsumidor #tribunal #juiz #cdc #procon

Posts recentes

Ver tudo

Quem tem direito a cidadania Alemã?

A Constituição Alemã e as leis do País garantem aos descentes de alemães que emigraram da Alemanha para o Brasil o direito à cidadania Alemã. Para obter a cidadania alemã, você deve descobrir quem é s

ROMA - OA n. A50745    |    SÃO PAULO - OAB n. 392.328    |    LISBOA - OA n. 59251L

whatsapp-png-whatsapp-logo-png-1000-293x
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional

Apólice n.º ES00013615EO20A

Partita IVA 03887810137

© 2020 - LecioliVasconcelos.com - Todos os direitos reservados